Teses Teológicas

O Crente Tem Que Pagar o Preço?

O Crente Tem Que Pagar o Preço?
Quando usamos a expressão “pagar o preço” a estamos muitas vezes utilizando como figura de linguagem, força de expressão, expressão idiomática ou similar. A expressão “pagar o preço” é muito usada no mesmo sentido em que o Senhor e os apóstolos usaram: Prova da fé, renúncia, aflições, tomar a sua cruz, tribulações, paciência experimentada; confiar, obedecer, esperar com paciência, orar, jejuar, estudar a bíblia etc. Fazer a nossa parte e aceitar com fé aquilo que for a vontade de Deus.

1 Tessalonicenses 5.17 Orai sem cessar.

Lucas 14:33 Assim, pois, qualquer de vós que não renuncia a tudo quanto tem não pode ser meu discípulo.

Mateus 10:38 E quem não toma a sua cruz e não segue após mim não é digno de mim.

Colossenses 1:24 Regozijo-me, agora, no que padeço por vós e na minha carne cumpro o resto das aflições de Cristo, pelo seu corpo, que é a igreja;
Prestou a atenção aqui. O apóstolo cumprindo o resto das aflições de Cristo pela Igreja. Ou seja, quem evangeliza, pastoreia e trabalha na obra de Deus paga o preço também. O crente só não paga o preço da expiação pois foi Jesus quem pagou. Mas daí para seguir a Jesus o preço é alto. Lembre-se bem das parábolas do Tesouro Escondido e da Pérola de Grande Valor onde quem encontrou vendeu tudo que tinha para comprar o campo e a pérola. Este é o preço para ser discípulo de Jesus e entrar no reino dos céus. É um preço a pagar e por isto a parábola, figura de linguagem, usa os termos vender e comprar. A renúncia é um preço altíssimo para todos nós e se não está sendo é porque não houve renúncia completa ainda. Na prática isto se dá por desistir de todo interesse pessoal ainda que legítimo e suportar muitas humilhações e ofensas para não escandalizar o evangelho, entre outras coisas. Mas isto não é atitude passiva, mas o tomar a sua cruz ativamente e voluntariamente.

2 Timóteo 2:12 se sofrermos, também com ele reinaremos; se o negarmos, também ele nos negará;

Romanos 5:3 E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações, sabendo que a tribulação produz a paciência;

Tiago 1:3 sabendo que a prova da vossa fé produz a paciência.

Lucas 21:19 Na vossa paciência, possuí a vossa alma.

Mateus 5:41 e, se qualquer te obrigar a caminhar uma milha, vai com ele duas.

2 Ts 1:4 de maneira que nós mesmos nos gloriamos de vós nas igrejas de Deus, por causa da vossa paciência e fé, e em todas as vossas perseguições e aflições que suportais,

1 Pedro 4:12 Amados, não estranheis a ardente prova que vem sobre vós, para vos tentar, como se coisa estranha vos acontecesse;

13 mas alegrai-vos no fato de serdes participantes das aflições de Cristo, para que também na revelação da sua glória vos regozijeis e alegreis.

Veja aqui um exemplo. Deus já tinha dado a terra mas tem a parte do homem que é tomar posse. E isto não tem nada haver com a lei é um princípio divino. O texto está repleto de exemplos.
Josué 1
1 E sucedeu, depois da morte de Moisés, servo do SENHOR, que o SENHOR falou a Josué, filho de Num, servo de Moisés, dizendo:
2 Moisés, meu servo, é morto; levanta-te, pois, agora, passa este Jordão, tu e todo este povo, à terra que eu dou aos filhos de Israel.
3 Todo lugar que pisar a planta do vosso pé, vo-lo tenho dado, como eu disse a Moisés.
4 Desde o deserto e desde este Líbano até ao grande rio, o rio Eufrates, toda a terra dos heteus e até o grande mar para o poente do sol será o vosso termo.
5 Ninguém se susterá diante de ti, todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei nem te desampararei.
6 Esforça-te e tem bom ânimo, porque tu farás a este povo herdar a terra que jurei a seus pais lhes daria.
7 Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo para teres o cuidado de fazer conforme toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que prudentemente te conduzas por onde quer que andares.
8 Não se aparte da tua boca o livro desta Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme tudo quanto nele está escrito; porque, então, farás prosperar o teu caminho e, então, prudentemente te conduzirás.
Veja no texto acima o versículo 8 a ordem “medita nele dia e noite” é o preço a pagar pelo resultado que se precisa obter, o então.

Precisamos entender que a fé que professamos não é somente passiva em suportar provações mas também ativa em escolhas tais como: Tomar a nossa cruz, negarmos a nós mesmos, renunciarmos a tudo quanto temos, tomar sobre nós o jugo do Senhor, operai a vossa salvação e outros.

Veja o texto abaixo

Filipenses 2.12 De sorte que, meus amados, assim como sempre obedecestes, não só na minha presença, mas muito mais agora na minha ausência, assim também operai a vossa salvação com temor e tremor;

A palavra operai siginifica efetivai. Ou seja, nós temos que tornar a salvação recebida gratuitamente efetiva. Muitos dizem possuir a piedade, mas não apresentam o efeito dela em suas vidas.

Nós também pagamos o preço pois somos cristãos, isto é, somos parecidos com Cristo. Deus nos chamou para sermos semelhantes a Jesus Cristo. Fazemos escolhas e verificamos se estamos dispostos a assumir o custo. Jesus falou sobre isto claramente, leia a seguir

Lucas 14.28 Pois qual de vós, querendo edificar uma torre, não se assenta primeiro a fazer as contas dos gastos, para ver se tem com que a acabar? Fazer contas do gasto nesta passagem tem o mesmo significado de analisar se estamos preparados para pagar o preço.

Irmãos que ninguém se iluda, pois o Senhor desde o Antigo Testamento nos mostrou que o homem de Deus sempre vai ter a sua parte a fazer no processo. Os exemplos bíblicos são para que entendamos isto: É Deus quem faz a obra e até quem nos dá a disposição (dele o querer e o efetuar), mas daí nós vamos ter que agir pela fé crendo que ele nos deu as condições de seguir seus passos em tudo. Por isto Tiago nos adverte contra a fé morta, sem obras, só de palavras e vazia de significado. Isto vale para operarmos a nossa salvação e para a obra em prol do nosso próximo, o apóstolo Paulo disse que sentia dores de parto pelo seu rebanho. Veja Gálatas 4.19 Meus filhinhos, por quem de novo sinto as dores de parto, até que Cristo seja formado em vós; isto resulta de uma fé ativa e de uma escolha em fazer a vontade de Deus em amar os irmãos. Dores de parto aqui é uma figura de linguagem similar a expressão pagar o preço.

Nós também fazemos o sacrifício da fé veja Filipenses 2.17 E, ainda que seja oferecido por libação sobre o sacrifício e serviço da vossa fé, folgo e me regozijo com todos vós.

Jesus pagou todo o preço da nossa redenção com o seu próprio sangue e sem isto jamais poderíamos ser salvos. Mas agora, já salvos, fomos chamados para carregar nossa cruz também e somos crucificados com Cristo. Aliás tudo o que ocorreu a Jesus Cristo ocorre a nós cristãos veja: Renunciamos ao mundo, levamos nossa cruz, sofremos com ele, morremos com ele, ressuscitamos com ele etc. O preço que pagamos não pode nos salvar mas nos identifica com Jesus e nos aperfeiçoa na obediência.

É preciso que ninguém busque exaltar-se na sua visão doutrinária aproveitando oportunidades na fala de seu irmão e colocando palavras na boca do outro que o outro não falou. Até porque as palavras, nas frases que falamos, possuem valor relativo e não só absoluto. Procurar compreender a fala do irmão e andar em amor é mais do que discussões teológicas e terminologias. Quem ouve ou lê tem o dever de procurar entender o contexto, a ênfase, a idéia etc. Todos sabemos que o preço da nossa salvação foi pago pelo Senhor Jesus Cristo, vivemos e pregamos isto em verdade. Pregamos todos Efésios 2:8 Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isso não vem de vós; é dom de Deus. Sabemos que o mais que passamos, renunciando a tudo, tomando a nossa cruz, etc é meio permitido pelo Senhor para nos aperfeiçoar a paciência, a personalidade e o caráter. E usamos a expressão pagar o preço nestes sentido, da renúncia que Jesus nos exige.

Somos também parte do corpo de Cristo e o corpo sofre com a cabeça, somos imitadores de Jesus em tudo o que é justiça, ainda em sofrimento pelo Reino de Deus. Cada um faz a sua parte. Cristou pagou o preço que nós jamais poderíamos pagar. Mas nós por amor de Cristo somos entregues à morte todos os dias e levados como ovelhas ao matadouro. Nós também temos esta honra de participar dos sofrimentos pelo Nome do Senhor, não para redimir ou expiar pecados o que só Jesus poderia fazer. Mas para aprendermos a obediência também padecendo e paciência pelas tribulações. Penso que devemos parar com esta mania de tomar expressões e vocábulos como termos técnicos que só possam ser usados com objetivo único. A lingua portuguesa nos dá liberdade de expressarmos os pensamentos, desta forma, quando exige que palavras e expressões sejam entendidas relativamente segundo o contexto.

Aliás a única igreja que não queria “pagar o preço” recebeu de Jesus ordem para comprar (agorazai – comprar no mercado), e todos sabemos que comprar tem que pagar um preço. Comprar ouro provado no fogo, neste caso o preço poderia até ser a vida.

Apocalipse 3.18 aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo – comprar é pagar um preço e foi Jesus quem falou isto. A mornidão desta igreja, que se dizia rica, fazia com que “de nada tivesse falta”, enquanto as demais eram provadas severamente por viverem piamente em Cristo Jesus. Quem sabe adotassem uma linguagem contemporânea e sociológica, agradável aos ouvidos intelectuais, que nunca resultasse em perseguição tão grave.

E as virgens loucas que não levaram azeite e foram tentar comprar (pagar o preço) muito tarde. As prudentes haviam comprado (pagado o preço) com antecedência, agora as loucas queriam o azeite sem pagar o preço, queriam de graça. Irmãos, depois que somos salvos pela fé em Jesus Cristo nós somos novas criaturas e agora temos o Poder de Deus em nós. A graça do Senhor nos faz aptos a pagar o preço para aperfeiçoar a nossa salvação e muitos de nós chegam ao martírio. Aqueles irmãos nas arenas romanas que foram devorados pelos leões porventura não pagaram o preço? E nós que somos tenazmente perseguidos, fazemos as contas e decidimos edificar a torre, não estamos pagando o preço?

Aliás achei interessante um folheto retratando o início da era cristã, que vi em um site, que dizia mais ou menos. “Deus te ama e tem um plano maravilhoso para sua vida” e a figura do folheto era de um grupo de cristão na arena romana junto com um leão. Muitos fiéis irrepreensíveis eram devorados todos os dias por amor do Senhor.

Infelizmente a falta de amor na prática e a falta de conhecimento leva até a calúnias, como já ouvi pessoas afirmando que outras (em debates no rádio principalmente) disseram certas coisas, as quais ouvi também e sei que não foi o que quiseram dizer.

Mas as mesmas pessoas que fazem tais afirmações usam forças de expressão muitas vezes. A própria bíblia é rica em linguagem deste tipo. Assim como devemos analisar o contexto da bíblia, temos que analisar o contexto da fala do irmão também.