Teses Teológicas

Sacrifícios Que Agradam a Deus

Sacrifícios Que Agradam a Deus no Caminho da Santificação, do Perdão e da Benção de Deus.
Por falta de conhecimento bíblico muitos cristãos fazem sacrfícios vãos aos quais, de acordo com a bíblia, Deus não recebe, pois Deus já manifestou nas Santas Escrituras o conteúdo essencial do sacrifício que lhe agrada. Leia abaixo
Samos 51.17 Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.

Leia mais, embaixo, e entenda a essência e os princípios envolvidos. Isaías
1.11 De que me serve a mim a multidão de vossos sacrifícios, diz o SENHOR? Já estou farto dos holocaustos de carneiros e da gordura de animais nédios; e não folgo com o sangue de bezerros, nem de cordeiros, nem de bodes.
1.12 Quando vindes para comparecerdes perante mim, quem requereu isso de vossas mãos, que viésseis pisar os meus átrios?
1.13 Não tragais mais ofertas debalde; o incenso é para mim abominação, e também as Festas da Lua Nova, e os sábados, e a convocação das congregações; não posso suportar iniqüidade, nem mesmo o ajuntamento solene.
1.14 As vossas Festas da Lua Nova, e as vossas solenidades, as aborrece a minha alma; já me são pesadas; já estou cansado de as sofrer.
1.15 Pelo que, quando estendeis as mãos, escondo de vós os olhos; sim, quando multiplicais as vossas orações, não as ouço, porque as vossas mãos estão cheias de sangue.
1.16 Lavai-vos, purificai-vos, tirai a maldade de vossos atos de diante dos meus olhos e cessai de fazer mal.
1.17 Aprendei a fazer o bem; praticai o que é reto; ajudai o oprimido; fazei justiça ao órfão; tratai da causa das viúvas.
1.18 Vinde, então, e argüi-me, diz o SENHOR; ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a branca lã.
1.19 Se quiserdes, e ouvirdes, comereis o bem desta terra. 1.20 Mas, se recusardes e fordes rebeldes, sereis devorados à espada, porque a boca do SENHOR o disse.

Deus pode receber nossos sacrifícios com alegria, desde que, sem as abominações dos pagãos e apresentados por servos obedientes, quebrantados, humildes e limpos de coração. Basta ler em Gênesis sobre a não aceitação da oferta de Caim. Como Deus aceitaria se já conhecia o caráter invejoso e homicida de Caim, leia abaixo e veja isto. Gênesis
4.1 E conheceu Adão a Eva, sua mulher, e ela concebeu, e teve a Caim, e disse: Alcancei do SENHOR um varão.
4.2 E teve mais a seu irmão Abel; e Abel foi pastor de ovelhas, e Caim foi lavrador da terra.
4.3 E aconteceu, ao cabo de dias, que Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao SENHOR.
4.4 E Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas e da sua gordura; e atentou o SENHOR para Abel e para a sua oferta.

4.5 Mas para Caim e para a sua oferta não atentou. E irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o seu semblante.
4.6 E o SENHOR disse a Caim: Por que te iraste? E por que descaiu o teu semblante?
4.7 Se bem fizeres, não haverá aceitação para ti? E, se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e para ti será o seu desejo, e sobre ele dominarás.
4.8 E falou Caim com o seu irmão Abel; e sucedeu que, estando eles no campo, se levantou Caim contra o seu irmão Abel e o matou.

Podemos concluir facilmente que, jejuns e outros trabalhos de penitências nada significam para o Senhor, se não acompanhados de sincero desejo e prática no sentido da eficácia da piedade. Isto sem citar o cuidado que devemos ter com o engano da carne, que se exalta em certas práticas e rituais religiosos.

No caminho da santificação, precisamos entender que o que conta é a humilhação aceita, quando com mansidão não revidamos as ofensas, suportando as afrontas, sem guardar mágoas.